Copa: Técnico da Croácia compara país a bairro do Brasil – 06/12/2022 – Esporte

O técnico da Croácia, Zlatko Dalic, 56, comparou o tamanho de seu país com o de seu adversário nas quartas de final da Copa do Mundo, o Brasil.

“O Brasil tem 200 milhões de pessoas, nós somos apenas 4 milhões, então somos um pouco como um bairro de uma cidade brasileira”, disse Dalic nesta terça-feira (6) em entrevista a jornalistas.

A Croácia, finalista do Mundial de 2018, eliminou o Japão na disputa de pênaltis na segunda-feira (5) e garantiu, pelo menos, a terceira melhor participação em sua história no torneio –foi a terceira colocada em 1998.

O treinador disse estar orgulhoso de sua seleção por ter mostrado raça e força mental para chegar a esta fase e declarou que sua equipe vai tentar mostrar um bom futebol diante do Brasil, um dos grandes favoritos, na sexta-feira (9). O jogo será às 12h (no horário de Brasília).

Será um jogo diferente de todos os que já disputamos até agora, porque o Brasil gosta de jogar futebol”, afirmou Dalic.

“Se olharmos de forma realista, o Brasil é o melhor time do torneio. Eles têm um grande time, é assustador, é um grande teste para nós”, acrescentou.

O treinador afirmou que “não há nada melhor” do que enfrentar a seleção canarinho em um Mundial. “Talvez preferíssemos que fosse na final e não nas quartas de final”, ressaltou ele.

“Queremos dar o nosso melhor, não vamos desistir antes do jogo. Queremos contrabalançar a qualidade brasileira com a nossa e jogar futebol contra eles.”

Dalic prosseguiu: “Temos que ser muito espertos na nossa abordagem. Não podemos nos abrir muito contra o Brasil, mas também não podemos nos fechar”.



O Brasil é favorito, dá para ver que há um ótimo clima na seleção. Eles têm jogadores de nível mundial, e Neymar voltou da lesão

A Croácia mudou bastante nos quatro anos desde a última Copa, porém tem oito veteranos que participaram da façanha na Rússia no elenco, incluindo o capitão Luka Modric e o atacante Ivan Perisic.

Dalic pediu, contudo, que este grupo não fosse comparado ao time derrotado pela França na final de 2018, na Rússia.

link

Start a Conversation

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *