Vai começar a maior competição infanto-juvenil do Brasil

A Copa A Gazetinha, a maior competição infanto-juvenil do Brasil, entra na sua 43ª edição a partir deste sábado, dia 21, com o início da primeira rodada do campeonato deste ano, que vai envolver 225 times, nas categorias sub11, 12/13 e 14/15 anos.

“O futebol capixaba que deu certo” vai reunir mais de 5 mil atletas de Norte a Sul do Estado, na Grande Vitória, além de clubes da região Norte do Estado do Rio de Janeiro.

O maior celeiro do futebol brasileiro, a Copa A Gazetinha vem cumprindo a sua missão há 43 anos, que é incentivar as crianças e os jovens aos estudos, manter o corpo sadio, unir as comunidades, as famílias, além de descobrir novos talentos para o futebol mundial.

Quando a bola rolar no próximo sábado, a competição estará envolvendo diretamente mais de 30 mil pessoas, incluindo os jogadores, familiares e comunidades.

E as emoções vão durar os próximos meses deste ano, fechando o evento desta edição em janeiro de 2019, quando serão realizadas as finais gerais.

“Estamos realizando o sonho de muitas famílias, que através da Copa A Gazetinha projetam o futuro de seus filhos, tanto no aprendizado adquirido na competição e até mesmo para seguir uma carreira de jogador de futebol, a exemplo de muitos que se destacaram no Brasil e no exterior, como Giovani e Sávio e muitos outros’, destacou o jornalista Janc, coordenador da competição.

Este ano, o site da Copa A Gazetinha será um importante canal de informação e interação com os atletas e milhares de apaixonados pela Copa A Gazetinha. Vamos nos divertir, vamos torcer muito, vibrar com os lindos lances, com a vitória, com a derrota.

O importante é participar, disputar uma competição que leva muito a sério a formação do atleta, que vai se tornar um adulto exemplar.

A Coordenação da Copa A Gazetinha parabeniza a todos os pais que mais uma vez destacam a importância da Copa A Gazetinha para formação das crianças e dos adolescentes. Aos dirigentes, treinadores – toda a equipe técnica e de apoio – que trabalham na base, interagindo com as comunidades e sonhando com as conquistas. Aos atletas, que cada um possa aproveitar ao máximo este momento tão importante. Quem já viveu, sabe como é único e lembra com muita saudade dos momentos em que disputaram a Copa A Gazetinha.

Então aproveitem mesmo, com muito respeito com os seus adversários e com os árbitros que vão atar nas centenas de jogos em campos espalhados pelo nosso Estado.co

Start a Conversation

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *