Copa ‘começa de verdade amanhã’, diz técnico da Holanda sobre jogo contra Argentina – 08/12/2022 – Esporte

O treinador da Holanda, Louis van Gaal, afirmou nesta quinta-feira (8) que a Copa do Mundo “começa de verdade” para a seleção no jogo das quartas de final contra a Argentina, nesta sexta (9).

“A competição começa de verdade para nós amanhã”, disse.

“Não quero desmerecer a importância das outras equipes que já vencemos. Argentina e Brasil, que provavelmente enfrentaríamos nas semifinais, são diferentes das equipes da fase de grupos e das que enfrentamos nas oitavas de final”, afirmou.

Holanda e Argentina se enfrentaram pela última vez nas quartas de final do Mundial de 1998, quando os europeus avançaram para a semifinal graças a um gol de Dennis Bergkamp.

“O futebol já não é mais como era em 1998 ou 1978. Era mais aberto e agora não é. Essa é a realidade”, disse Van Gaal, lembrando que “sempre é possível ter momentos decisivos, dos quais nos lembramos anos depois, como o gol de Bergkamp em 1998. Sempre nos lembraremos dele”, acrescentou.

Para a partida de mata-mata no Qatar, a Argentina contará com Lionel Messi para tentar se vingar daquela eliminação histórica.

“Não vamos revelar nossas táticas [para conter Messi]. Mas não é difícil dar uma resposta, trata-se de bloquear e fechar as linhas de passe”, disse o técnico, que se defendeu das críticas por jogar um futebol mais conservador.

“O futebol evolui e não podemos jogar o mesmo jogo ofensivo que há 20 anos. Fui criticado por dizer isso, mas o futebol evoluiu nesse sentido”, afirmou.

“Não só defendemos. Pressionamos e empurramos.”

Ao ser perguntado sobre Ángel Di María, que afirmou em 2021 que Van Gaal tinha sido um dos piores técnicos com quem já trabalhou, o holandês comentou que ele “é um jogador magnífico”.

“Quando ele jogou no Manchester United, teve problemas pessoais, como um assalto [à sua casa]. Isso afetou o seu desempenho. Disse que sou um dos piores técnicos que já teve… É um dos poucos que disse isso sobre mim”, afirmou Van Gaal.

“Normalmente é o contrário. É triste, mas é isso. O treinador às vezes tem que tomar decisões. Foi o mesmo com Memphis [Depay] e agora nos beijamos na boca”, acrescentou, brincando ao lembrar que também treinou o jogador holandês na época em que esteve no comando do United, entre 2014 e 2016.

link

Start a Conversation

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *