Categoria: 2019

Qual é a importância de uma escolinha de futebol?

Para os mais de cinco mil atletas da Copa A Gazetinha, a disputa da competição se aproxima com o objetivo de chegar às Finais Gerais, que vão acontecer em janeiro nas sedes de Nova Venécia e Boa Esperança. 

Neste ponto, destacamos as equipes, as escolinhas de futebol, que compõem uma das mais importantes células para a formação dos jogadores, sobretudo, do homem. A base é a família, onde o caráter e personalidade são definidos, levando-se em conta os exemplos que as crianças trazem dos seus lares. 

A importância da escolinha de futebol é muitas vezes incalculável, mas mensurado quando encontramos homens formados que passaram pela experiência de atuar numa equipe. Muitos sonharam em ser jogador de futebol, mas o esporte ensinou a seguir em outras carreiras. 

Ou seja, ser formador (clube, treinador, professor) não é só formar no campo. É entender que receber crianças, adolescentes e jovens em suas dependências (equipe) é assumir a responsabilidade por uma vida.

 

 

As escolinhas de futebol têm a responsabilidade pelos atletas. De acordo com a literatura acadêmica, por definição, para um atleta atingir o nível do alto rendimento são necessárias cerca de 10 mil horas de prática esportiva.

Um texto do site área restritiva,  sugerido pelo técnico de categorias de base de basquete Jhonatan Cintra, classifica as escolinhas de futebol e os clubes da seguinte maneira. 

Os formadores: ensinam os primeiros fundamentos e introduzem o esporte.

Os desenvolvedores: trabalham o atleta e o colocam em nível de competitividade.

Os lançadores: possibilitam os jogadores de ingressarem na vida profissional. 

Em qual classificação está a sua escolinha de futebol? São fases importantes que os jovens precisam passar. Quando vemos um jogador profissional fazer sucesso, ganhar a fama, é importante olhar para trás e ver a importância de cada fase.

Por isso, parabéns para todas as escolinhas de futebol que disputam a Copa A Gazetinha!

Estudo aponta a diferença dos gastos entre o futebol masculino e feminino

O assunto ganha importância após os gritos por igualdade salarial que marcaram o título dos Estados Unidos no Mundial de Futebol Feminino. E o grito já tem eco no Brasil. 

Os salários médios de mulheres são de R$ 2.556,34 no futebol brasileiro. Já os homens, recebem em média R$ 5.577,53. Ou seja: os homens ganham 118% a mais. A amostragem é de dez mil profissionais pesquisados no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) da Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (antigo Ministério do Trabalho), .

Os dados foram divulgados numa reportagem da Revista Exame, comparando a folha de pagamento entre o futebol masculino e o feminino. 

Enquanto a folha de pagamentos dos gigantes de São Paulo giram entre R$ 10 milhões, os gastos com os times femininos ainda são da ordem de R$ 100 mil. É uma diferença de cem vezes. Portanto, brutal. 

No caso dos times menores, a remuneração das jogadoras oscila e é compatível com a dos homens das Séries B, C e até D do Campeonato Brasileiro.

“Elas têm salários comparados com jogadores da Série B ou até uma série inferior, infelizmente”, diz Thaís Picarte, goleira do Santos e vice-presidente do Sindicato dos Atletas Profissionais de Futebol do Município de São Paulo. “Essa diferença salarial é um absurdo. Pior é que não sei se a gente vai conseguir igualar isso algum dia”, diz Cristiane, do São Paulo. 

Seleção dos Estados Unidos, tetra campeã no Mundial na França

“Lá fora, a situação é a mesma. Dificilmente, você encontra uma atleta que ganhe 15 mil euros ou uns R$ 60 mil”, diz a ex-jogadora do PSG, o mesmo time de Neymar.

O coordenador das Seleções Femininas da CBF, Marco Aurélio Cunha, avaliou a situação. “São unidades de negócio diferentes. Um é consolidado e lucrativo no País; o outro está em formação e ainda precisa de investimentos. Eles podem ser iguais financeiramente?”, questiona.

Questionado sobre o assunto, o professor Eduardo Carlassara, doutorando da Escola de Educação Física e Esporte da USP, concorda que o modelo de negócio precisa ser repensado. 

“A diferença de remuneração entre os gêneros está atrelada à procura e ao preço dos ingressos. Na Rio-2016, os ingressos para as competições masculinas eram 33% mais caros do que as femininas. Isso pode influenciar na remuneração”, explica.

Na opinião de Aline Pellegrino, diretora de futebol feminino da Federação Paulista de Futebol (FPF), todas as condições precisam ser melhoradas. “Temos de focar em aumentar o número de campeonatos, principalmente nas categorias de base, e focar na estrutura para os treinamentos e partidas”, afirma.

COPA A GAZETINHA DE FUTEBOL FEMININO

A exemplo da 1ª Copa A Gazetinha de Futebol Feminino, que será realizado este ano. A pré-inscrição já pode ser feita no site da Copa A Gazetinha. Em breve, a Coordenação da Copa A Gazetinha estará abrindo a inscrição oficial das equipe e das jogadoras. 

FINAIS GERAIS DA 44ª A GAZETINHA VÃO SER NAS CIDADES DE NOVA VENÉCIA E BOA ESPERANÇA

 

Na tarde desta terça (30), o Coordenador Geral da Copa A Gazetinha, o jornalista Janc, esteve reunido com as prefeituras de Nova Venécia e de Boa Esperança, quando foram acertados e detalhados das Finais Gerais da competição 2019, que será encerrada em janeiro de 2020.

Depois do Torneio de Abertura, a bola vai começar a rolar em cada grupo das regiões, com as equipes disputandovagas para as Finais Gerais nas categorias Sub11, Sub13 e Sub15.

Parabéns para as comunidades de Nova Venécia e Boa Esperança.

Torneio Início da Copa A Gazetinha é um grande sucesso!

O Coordenador Geral da Copa A Gazetinha, o jornalista Janc, avaliou como “um grande sucesso” o Torneio Início da edição 2019, realizado nas cidades de Pancas e Marilândia, que foi encerrado no último domingo.

“A experiência foi muito boa. O retorno das equipes participantes foi bem positiva e aprovamos a realização de Torneio Início, abrindo a edição de cada ano. Realizamos este ano no Norte do Estado, mas vamos ampliar os torneios inícios para outras regiões, mesmo com as dificuldades de datas”, ressaltou o jornalista Janc;
As equipes campeã do Torneio Início, em suas respectivas categorias, já garantiram vagas nas Finais Gerais da 44ª Copa A Gazetinha que será realizada em Nova Venécia, em Janeiro de 2020, na tradicional festa de encerramento quando vão ser conhecidos os campeões da edição 2019.

Mesmo garantindo suas vagas, as equipes terão que disputar todos os jogos programados em suas regiões, dentro das fases de classificações.

Abertura solene do Torneio Início na cidade de Pancas

 

 

Equipe de Itaguaçu Sub15, na sede Marilândia

 

 

INSCRIÇÃO DE ATLETAS
Após a realização do Torneio Início, a Copa A Gazetinha entra agora na fase de inscrição dos atletas, com o envio das fichas preenchidas, conforme estabelece o Regulamento da competição.

Por isso, a Coordenação Geral solicita a todas as equipes que já se inscreveram que entrem em contato para confirmar o envio de toda a documentação para a finalização das tabelas, com a definição dos jogos nas chaves de cada região, incluindo equipes do Espírito Santo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Mais de 90 equipes vão disputar a 44ª Copa A Gazetinha este ano nas três categorias: Sub11, Sub13 e Sub15.

Os resultados e as tabelas de classificação, até mesmo a artilharia, vão poder ser conferidas e acompanhadas aqui no site da Copa A Gazetinha. para isso, site criou as páginas Tabelas da Gazetinha, com o acompanhamento de jogo a jogo, rodada a rodada, como foi mostrado no Torneio Início, disputado nas cidades de Pancas e Marilândia.

As equipes devem manter contato com a Coordenação Geral, já que a bola já vai voltar a rolar. Mas novidades serão divulgadas na Maior Competição Infanto Juvenil do Brasil, que é a Copa A Gazetinha

Colatina, Tigres e Caxias são os campeões em Marilândia

Colatina, Tigres e Caxias são os campeões do Torneio de Início da 44ª Copa A Gazetinha, na sede de Marilândia. Os jogos foram realizados na manhã deste domingo (21), em partidas decisivas. A primeira rodada começou na última quarta-feira (17).

Colatina (Sub11) X Santa M. Jetibá (Sub11) abriram os jogos do dia, na categoria Sub11, com a equipe de Colatina vencendo por 2 a 0.  Nesta categoria, a artilharia ficou com os jogadores do Leão, Carlos Eduardo e Talys Mezard, ambos com 4 gols cada.

Depois oconfronto foi entre Santa Teresa (Sub13) X Tigres Aracruz (Sub13), com a equipe do Tigres goleando por 5 a 0, na categoria Sub13.  A artilharia está dividida entre Alison de Nardi Araujo, do Tigres, e Pedro Charles dos Santos, do Cepe, ambos com 5 gols

A última decisão foi entre Caxias (Sub15) X Itaguaçu (Sub15) também foi marcada por uma goleada. Caxias venceu por 5 a 1, com destaque na artilharia para os jogadores Kaiky Borges. com 5 gols, e Richard dos Santos, com 4, do Caxias.

 

 

COLATINA É CAMPEÃO EM MARILÂNDIA

A equipe do Sub 11 das escolinhas da Prefeitura de Colatina sagrou-se campeã do Torneio Início da 44ª Copa A Gazetinha disputada em Marilândia.

O time comandado pelos professores Netinho, Marcelinho e Jackson ganhou todos os jogos marcando 19 gols e não sofrendo nenhum. O jogo foi no estádio Municipal Kléber Bertoldi e contou com boa presença dos pais que vibraram muito com a garotada colatinense. O time venceu na final o time de Santa Maria de Jetibá por 2 a 0, gols de Richarlison.

 

 

Acompanhe desempenho de sua equipe na Página Tabelas da Copa A Gazetinha.

Campanha do Colatina:

COLATINA (SUB11) 2 X 0 SANTA M. JETIBÁ (SUB11) – (Final)
COLATINA (SUB11) 3 X 0 ASSOPAIS (SUB11) – (Semifinal)
COLATINA (SUB11) 9 X 0 GUARANÁ (SUB11) – (3ª Rodada)
COLATINA (SUB11) 3 X 0 LEÃO (SUB11) – (2ª Rodada)
COLATINA (SUB11) 2 X 0 SANTA M. JETIBÁ (SUB11) – (1ª Rodada)

 

 

Colatina, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, Tigres, Caxias e Itaguaçu são os finalistas

Colatina (Sub11) X Santa M. Jetibá (Sub11), Santa Teresa (Sub13) X Tigres Aracruz (Sub13) e Caxias (Sub15) X Itaguaçu (Sub15) vão decidir o título de campeão do Torneio Início da 44ª Copa A Gazetinha, Taça Cidade de Marilândia.

As partidas estão marcadas para a amanhã deste domingo (21), a partir das 8 horas, com a categoria Sub11. Depois, às 9h10, acontece o jogo na categoria Sub13. E finalizando a torneio, a categoria Sub15, às 1020, no Estádio Municipal de Marilândia, que está recebendo um excelente público para vibrar com os craques da Copa A Gazetinha.

 

Na vategoria Sub 15, se detacam na artilharia os jogadores do Caxias, equipe de Vitória. Kaiky Borges e Richard dos Santos, ambos da equipe da capital, lideram a artulharia, cada um com três gols.

 

Já na categoria Sub13, os destaques são os jogadores das equipes do Tigres e do Cepe (mesmo não estando na partida final tem o  atleta Pedro Charles dos Santos com cinco gols marcados. O mesmo número do meio campo Alison de Nardi Araujo, do Tigres, também com 5 gols.

A artilharia na categoria Sub11 aparece coo destaque os jogadores da equipe Leão, mesmo já não disputando o título., com Carlos EduardoTalys Mezard.

 

Acompanhe os jogos nas Páginas de Tabela da Copa A Gazetinha e veja o desempenho de sua equipe e dos jogadores por categoria.

Os jogos decisivos

8 horas – Colatina (Sub11) X Santa M. Jetibá (Sub11),

9h10 – Santa Teresa (Sub13) X Tigres Aracruz (Sub13)

10h20 –  Caxias (Sub15) X Itaguaçu (Sub15)

Nova Venécia, Baixo Guandu e Ecoporanga são os campeões em Pancas

As equipes de Nova Venécia (Sub11), Baixo Guandu (Sub13) e Ecoporanga (Sub15) foram as grandes campeãs do Torneio Início da 44ª Copa A Gazetinha, disputada na cidade de Pancas, desde a última terça -feira. (16).

Os jogos que decidiram os campeões foram realizados na manhça de hoje (20), no Estadio Raul Honorato. A primeira partida foi na categoria Sub11. Nova Venécia (Sub11) X Vila Valério (Sub11) fizeram boas campanhas no Torneio, mas Nova Venécia se deu melhor, vencendo por 5 a 0. Também a equipe veneciada emplacou o artilheiro da competição, o atacante Gabriel Moreto dos Santos, que marcou um total de 12 gols. Os outros que pontuaram fizeram 3 gols. Veja os nomes dos jogadores que marcaram gols nas páginas de tabela aqui no site da Copa A Gazetinha.

Em seguida, a disputa foi na categoria Sub13, com entre Baixo Guandu (Sub13) X Conc. da Barra (Sub13). A disputa foi bastante apertada, com o Baixo Guandu vencendo pelo placar de 1 a 0.

Na categoria Sub15, a decisão foi entre Pancas (Sub15) X Ecoporanga (Sub15). A equipe da casa lutou até o fima, mas perdeu para o Ecoporanga por 3 a 2.

As equipes campeãs ganham a vaga direto para as finais gerais da competição, que vai acontecer em janeiro.

 

Novo Richarlison está surgindo em Nova Venécia e se chama Gabriel

 

Ele se chama Gabriel Moreto dos Santos e está se destacando na categoria Sub11 do Torneio Início da 44ª Copa A Gazetinha, que está sendo disputada na sede de Pancas.

Em quatro jogos, Gabriel Moreto dos Santos marcou 10 gols, e lidera isolado a artilharia da sua categoria na sede Pancas. Na última partida, ele marcou 3 gols da vitória da sua equipe contra o Sooretama, por 4 a 0.

Gabriel já está sendo chamado do novo Richarlison do Nova Venécia, equipe de onde foi revelado o atacante da Seleção Brasileiras e do time inglês Everton Football Club.  Pelo menos o treinador Regis Felisberto Masarin, que revelou Richarlison, é o mesmo do Gabriel, que sonha em seguir os caminhos do famoso e craque. Gabriel vai estar em campo neste sábado (20), na decisão da categoria Sub11.

Na semana passada, Richarlison esteve em Nova Venécia, depois de conquistar o título de campeão da Copa América pela Seleção Brasileira, tendo feito um gol, de pênalti, na partida final contra o Peru.  Em Nova Venécia, Richarlison participou de uma partida amistosa e esteve com  o seu treinador na Copa A Gazetinha, Régis Masarin.

 

 

Acompanhe as Páginas de Tabela da Copa A Gazetinha:

http://tabela.copaagazetinha.com.br/Joogadores/gabriel-moreto-dos-santos/

Nova Venécia x Vila Valério vão decidir título no categoria Sub11

Nova Venécia e  Vila Valéria vão fazer a grande final na categoria Sub11 no Torneio Início da 44ª Copa A Gazetinha, na sede de Pancas. A partida, que será neste sábado (20), vai decidir o título de campeão do Torneio Início. A equipe campeã na categoria Sub11 vai levar a “Taça Marcão”, em homenagem a Marcos José de Oliveira.

A equipe de Nova Venécia garantiu a vaga na final ao vencer o Sooretama por 4 a zero, com gols de  Gabriel Moreto dos Santos (o atacante fez 3 gols) e  do zagueiro Arthur Frontino Segantine.  O jogador Gabriel Moreto dos Santos é o artilheiro da competição Sub11 com 10 gols marcados.

 



Equipe Vila Valério está fazendo bonito

Já a equipe do Vila Valério também vencer com um placar elástico a equipe da casa, Pancas, por 5 a o , com gols de  João Felipe VieiraDavi Médici Giubert (2), Ruan PabloGabriel Tavares.

Os resultados no Nova Venécia até chegar à final:

Dia 16 – Vila Valério 0 x 5 Nova Venécia

Dia 17 – Pancas 0 x 7 Nova Venécia

Dia 18 – Braço do Rio 0 x 3 Nova Venécia

Dia 19 – Nova Venécia 4 x 0 Sooretama

 

Os resultados no Nova Venécia até chegar à final:

Dia 16  – Vila Vaério 0 x 5 Nova Venécia

Dia 17 – Vila Valério 0 x 2 Sooretama

Dia 18 – Vila valério 5 x 3 Gov. Lindenberg

Dia 19 – Vila Valério 5 x 0 Pancas

Veja a tabela completa , resultados e artilharia nas páginas Tabelas da Gazetinha.

Acesse:  www.tabela.copaagazetinha.com.br/